VW ARTEON SHOOTING BRAKE EHYBRID. A FAMILIAR PERFEITA? QUASE…

CABEÇA DE TOIRO: UM VINHO RICO EM TRADIÇÃO
11 de Janeiro, 2022
AUTOTESTES TAMBÉM SÃO VÁLIDOS PARA ACESSO A GRANDES EVENTOS
12 de Janeiro, 2022

VW ARTEON SHOOTING BRAKE EHYBRID. A FAMILIAR PERFEITA? QUASE…

Espaçosa, confortável e muito eficiente, a elegante Arteon Shooting Brake foi a companhia ideal para um fim‑de‑semana a quatro pelo centro do país.

A marcação da VW Arteon Shooting Brake coincidiu com um fim‑de‑semana a quatro, com um casal de amigos que, curiosamente, tem uma Passat Break como companheira diária. O périplo, que implicava passagens pela região de Lousã e das Aldeias de Xisto, incluía mais de 700 km por todo o tipo de estradas, incluindo algumas que não estavam no roteiro. Aliás, nem sequer estavam no eficaz e completo sistema de navegação. Mas já lá vamos…

O conjunto híbrido da Volkswagen Arteon Shooting Brake eHybrid combina um motor a gasolina 1.4 turbo de 156 cv com um motor elétrico de 85 kW (116 cv). A potência máxima combinada é de 218 cv e 400 Nm de binário máximo, que chegam às rodas dianteiras através de uma caixa DSG de seis velocidades.

O motor elétrico é alimentado por uma bateria de iões de lítio com 13 kWh (10,4 kWh úteis) de capacidade que, segundo a VW, permite uma autonomia em modo 100% elétrico de até 60 km (ciclo WLTP). Na prática, o máximo que conseguimos foram 56 km, um valor, ainda assim, muito relevante para o segmento em questão.

O tipo de viagem efetuada é a mais penalizante para uma motorização deste tipo. Não só efetuámos mais de 300 km em autoestrada, como a falta de oportunidade de carregar limitaram a utilização do motor elétrico autonomamente.

O nunca foi penalizado foi o conforto desta carrinha de aspeto quase “desportivo”. Com espaço para tudo e todos (a mala tem 455 litros de capacidade), quatro adultos e a respetiva bagagem de três dias, viajaram “em 1ª classe”, como diriam os passageiros do banco traseiro. O acerto da suspensão privilegia, claramente, o conforto, e a solidez do conjunto contribui para a sensação de paz e serenidade que se vive a bordo.

De facto, dificilmente poderíamos pedir uma melhor companheira para este fim‑de‑semana a quatro. Despachada em auto-estrada, confortável nas estradinhas secundárias e com consumos comedidos tendo em conta os ritmos, a carga e o tipo de trajeto. É verdade que as médias superaram os 8 l/100 km em várias ocasiões, especialmente quando tivemos de subir uma serra ao ritmo dos ciclistas que participavam numa prova, mas a média final de 6,5 l/100 km é perfeitamente aceitável para uma carrinha com este peso, dimensões e desempenho. Aliás, com as baterias carregadas, as médias caem facilmente para valores abaixo dos 5,5 l/100 km.

Com a possibilidade de percorrer cerca de 50 km sem emitir uma grama de CO2 ou gastar uma gota de gasolina, esta VW Arteon Shooting Brake híbrida é uma proposta tentadora para cumprir, quotidianamente, os trajetos casa/emprego/casa, sendo ainda perfeita para as saídas ao fim de semana em família. Além do mais, e ainda que este conclusão seja sempre subjetiva, é muito elegante e não deixa ninguém indiferente.

Texto escrito por Rui Reis