RG CONSULTING: CONSULTORIA EMPRESARIAL AO MAIS ALTO NÍVEL

NEW MEN: O FUTURO DO LIFESTYLE
29 de Abril, 2021
3 SUMOS DETOX PARA FAZER EM CASA
29 de Abril, 2021

RG CONSULTING: CONSULTORIA EMPRESARIAL AO MAIS ALTO NÍVEL

Neste artigo, Rita Gonzalez fala-nos sobre a sua empresa RG CONSULTING. O artigo é escrito na primeira pessoa e pretende contar um pouco da história e do projeto que a Rita gere com tanto carinho e dedicação.

Como primeiro artigo, quero explicar a razão pela qual decidi mudar de vida, em 2017, após quase 20 anos a trabalhar na banca de investimento.

Foi em fevereiro desse ano que tudo começou: aderi ao plano de restruturação apresentado pelo banco onde trabalhava. Decidi sair e, depois de alguns meses a delinear o meu caminho, decidi criar a minha própria consultora financeira: RG Consulting.

Este meu projeto, que é o quarto filho (o mais novo!), começou com a ideia de que podia ajudar as empresas cotadas (portuguesas e espanholas), no acesso ao mercado de investidores institucionais, bem como no seu posicionamento estratégico no mercado de capitais. No cerne desta ideia, esteve a alteração de uma diretiva europeia que rege o funcionamento de mercado de capitais – MIFID II, que afetou duma forma significativa o funcionamento do mercado, e, consequentemente, o papel dos brokers, dos investidores e das empresas.

No fundo, decidi aproveitar a experiência que tinha duma carreira na banca de investimento, e utilizar a meu favor esta oportunidade que a alteração da lei europeia criou: as empresas já não têm o mesmo apoio dos brokers e precisam dos serviços que um independente como eu fornece.

É uma empresa recente, mas que tem alargado as suas áreas de negócio. O foco é sempre a excelência de resultados para o cliente, e aposto sempre na personalização do serviço. Funciono sempre em modo de parceria com os meus clientes, e acho que eles sentem isso.

De forma a conseguir uma presença mais forte nos mercados internacionais, optei por estabelecer parceria com a empresa belga Phoenix-IR, que, desde 2005, oferece este tipo de serviços a empresas americanas, que queiram ter acesso aos investidores europeus e não querem recorrer a bancos para este efeito. No rol das empresas com quem trabalhamos estão a IBM, General Electric, Edison ou a Fedex. No mercado ibérico, por sua vez, já prestamos serviços a entidades como a EDP, REN, Navigator, Sonae, Flexdeal,  BME, Iberdrola, Ferrovial, Lar España, entre outras.

O novo contexto atual obrigou a uma adaptação de alguns projetos, mas o empreendedor tem obrigatoriamente de ser adaptável e flexível, para que as coisas aconteçam.

Apesar das circunstâncias, 2020 foi um ano extraordinário em termos de oportunidades.

O virtual não é o mesmo que o presencial, mas tem os seus pontos fortes. Tem o poder de conectar o mundo em segundos, o que facilita o acesso entre empresas e investidores. Ainda na semana passada “estive na África do Sul e na Austrália” com investidores.

A mudança profissional que decidi enfrentar há 4 anos atrás foi marcante. Nem sempre é fácil, o dia-a-dia é muito desafiante, o que, naturalmente, põe constantemente à prova a minha resiliência, paciência e persistência. Características que todos temos, mas que têm que ser treinadas.

E mais uma vez não posso deixar de referir a frase que tanto me inspira:

“Não são os mais fortes, nem os mais inteligentes que sobrevivem, mas sim aqueles que têm a capacidade de se adaptar melhor”.

Este artigo foi escrito por Rita Gonzalez, CEO e FOUNDER da RG CONSULTNG