QUAL A PROPOSTA PARA O PASSAPORTE DE VACINAÇÃO?

“QUÃO ESCURA SERÁ A SUA PELE?”
17 de Março, 2021
EM ISRAEL A VIDA VAI DE BEM A MELHOR
17 de Março, 2021

QUAL A PROPOSTA PARA O PASSAPORTE DE VACINAÇÃO?

A proposta que tem gerado tanta polémica.

Bruxelas prepara-se para aprovar o projeto que tanto tem dado que falar: o “mítico” passaporte de vacinação. Em cima da mesa já ficou conhecido por várias designações, como passaporte covid-19 ou certificado de vacinação – mas segundo o jornal espanhol “El Pais”, tudo nos parece crer que o nome final deverá ser: “certificado verde digital”.

Ao que tudo indica, mesmo que ainda tenha de ser submetido ao Conselho e ao Parlamento Europeu, o passaporte deverá entrar em vigor até junho, antes do período de férias de verão. Mas, afinal qual o objetivo deste documento?

O passaporte de vacinação pode ser entendido como um mero “boletim de vacinas” onde estará presente o nome do portador, a data de nascimento e um certificado que mostre que a pessoa já foi vacinada contra o vírus, com o tipo de vacina e a data em que foi feita a vacinação. O que está previsto é que o passaporte seja digital, para que se possa acompanhar por todos através de um smartphone, e que seja mais difícil a sua falsificação.

A adoção desta medida, numa realidade pós-confinamento, tem como objetivo permitir a entrada de viajantes, que já tenham sido vacinados contra a covid-19, e sejam provenientes de outro país. Esta é uma medida que acima de tudo pretende impulsionar e dinamizar o setor do turismo, que tem sido um dos mais afetados pela pandemia.

Israel, um país que já tem mais de metade da sua população vacinada, foi o primeiro a pôr em prática uma medida semelhante – chamado “passe verde” – que permite o acesso a restaurantes, ginásios e espetáculos. Neste país já se vive a chamada “normalidade”.

Quanto à União Europeia, o desfecho ainda está em aberto. A Comissão Europeia apresentou esta quarta-feira, 17 de março, uma proposta para a criação do passaporte que comprove a vacinação ou a recuperação do vírus, de forma a facilitar a circulação de viajantes na União Europeia.

Este artigo foi escrito por Beatriz Bernardino

DS7 Crossback
Slider
Advertisement