NÚMERO DE INSCRITOS NO CENTRO DE EMPREGO AUMENTA EXPONENCIALMENTE

A ESTREIA DO DOCUMENTÁRIO SOBRE “BIGGIE” NA NETFLIX
22 de Fevereiro, 2021
UMA ODE AO REQUINTE
22 de Fevereiro, 2021

NÚMERO DE INSCRITOS NO CENTRO DE EMPREGO AUMENTA EXPONENCIALMENTE

Mais uma consequência inevitável da pandemia

Mais um relatório do Instituto Nacional de Estatística pouco animador. Desta vez referente ao número de inscritos nos centros de emprego. Infelizmente, com a pandemia à solta, muitas pessoas ficaram desempregadas de um dia para o outro. Desesperadas e sem rumo, não têm outra solução senão inscrever-se nos centros do Estado e esperar melhores dias.

De acordo com os dados do INE, os números deste ano são similares aos de Maio de 2017.

Feitas as contas e olhando para as percentagens, quando comparamos com o mês homólogo de 2020, o número de desempregados inscritos aumentou 32.4%. São mais de 100 mil pessoas. E mesmo quando comparado com o mês de Dezembro de 2020, também houve um ligeiro aumento. De 5.5%.

No fim do primeiro mês de 2021, estavam mais de 400 mil pessoas registadas nos centros de emprego espalhados pelo país, um número que não era tão elevado desde Maio de 2017.

Quando analisamos os números por região, percebemos que a zona do Algarve foi a mais afetada (61.3%), seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo (45.3%) e a Madeira (30%).

Ainda assim, de acordo com o Ministério do Trabalho, desde 1989 que “o número de desempregados registados aumenta sempre de dezembro para janeiro”.