JÁ SÃO CONHECIDOS OS NOMEADOS PARA OS PRÉMIOS DE BANDA DESENHADA

FAZ HOJE 1 MÊS QUE ABRIU A ESTAÇÃO DE ARROIOS
13 de Outubro, 2021
NOVO CHEF E NOVO MENU NUM DOS MELHORES RESTAURANTE DO FUNDÃO
13 de Outubro, 2021

JÁ SÃO CONHECIDOS OS NOMEADOS PARA OS PRÉMIOS DE BANDA DESENHADA

A edição 2021 dos Prémios de Banda Desenhada da Amadora (PBDA) já começou e os vencedores serão anunciados no próximo dia 24 de outubro. 

A concorrer no concurso estão 25 obras, distribuídas por cinco categorias: Melhor Obra de Autor Português; Prémio Revelação; Melhor Obra Estrangeira de BD Editada em Português; Melhor Fanzine/Publicação Independente e Melhor Edição Portuguesa de Banda Desenhada.  

Os vencedores da edição 2021 serão anunciados no próximo dia 24 de outubro, durante a habitual Cerimónia de Entrega dos Prémios de Banda Desenhada da Amadora. Pela primeira vez, os PBDA distinguem a Melhor Banda Desenhada de Autor Português, com um prémio de 5.000€.  

A New Men dá-lhe a conhecer os nomeados desta edição.

Os nomeados para a Melhor Obra de Autor Português são “Shangai Dream”, de Jorge Miguel e Philippe Thirault, “Planeta Psicose”, de Ricardo Santo, “Corvo V”, de Luís Louro, “Umbra Nº2”, de Simon Roy, Pedro Moura, Fernando Relvas, Jorge Coelho e Bárbara Lopes, e “Balada par Sophie”, de Filipe Melo e Juan Cavia.  

Para o Prémio Revelação destacaram-se as seguintes bandas desenhadas: “Planeta Psicose”, de Ricardo Santo, “Vida Adulta, de Raquel sem Interesse”, de Raquel da Silva Fernandes, “A Aranha”, de Carlos Pais, “Um Trovão no Caminho e Outras Histórias”, de António Rocha e “Vazio”, de Carlos Páscoa.  

Por sua vez, os nomeados para Melhor Obra Estrangeira de BD Editada em Português são “Armazém Central”, de Jean-Louis Tripp e Régis Loisel, “Peter Pan: Volumes 1 a 6”, de Régis Loisel, “O Burlão nas Índias”, de Ayroles e Guarnido, “Os Olhos do Gato”, de Moebius e Jodorowsky, e “1984”, de George Orwell e Ilustração Fido Nesti 

Para Melhor Franzine/Publicação Independente foram ainda distinguidas as bandas desenhadaS “Bestiário de Isa”, de Joana Afonso, “Random”, do argumentista Miguel Peres e o desenhador Marcus Aquino, “My Best Friend Lara”, de Joana Mosi, “Crónicas de Enerelis, Volume 01 – Prelúdio”, de Patrícia Costa, e “Bottoms Up”, de Rodolfo Mariano 

Por último, os nomeados para a Melhor Edição Portuguesa de Banda Desenhada são “Balada para Sophie”, de Filipe Melo e Juan Cavia, “Vida Adulta, de Raquel sem Interesse”, de Raquel da Silva Fernandes, “O Burlão das Índias”, de Ayroles e Guarnido, “Os Olhos do Gato”, de Moebius e Jodorowski, e “Procura-se Lucky Luke”, de Matthieu Bonhomme. 

Texto escrito por Maria Ana Tojo