HOJE PODE CONTAR UMA MENTIRAZINHA

MUSEUS PARA VISITAR GRATUITAMENTE EM ABRIL
1 de Abril, 2021
2A FASE DO PLANO DE DESCONFINAMENTO PODERÁ SER APROVADA HOJE
1 de Abril, 2021

HOJE PODE CONTAR UMA MENTIRAZINHA

Dia 1 de abril. Dia dos tolos e das mentiras.

Talvez fosse o dia preferido da personagem, Pinóquio. Será que no dia 1 de abril lhe perdoavam as mentiras e lhe deixam o nariz em paz?

Não sabemos, mas se há um dia no ano em que podemos pregar aquela “tanga” só porque nós, humanos, decidimos que assim poderia ser, esse dia é o 1 de abril.

Mas porquê? Porque celebramos a mentira neste dia?

Há quem diga que a prática teve origem m frança. No século XVI, antes da França seguir o calendário gregoriano, o país celebrava o início do ano no dia 25 de março. E as celebrações estendiam-se por uma semana, sendo o 1 de abril um dia chave. Como era o último dia de celebração, valia tudo.

No entanto, no reinado de Carlos IX, e adotando o calendário como o conhecemos, o ano passou a ser celebrado no dia 1 de janeiro. Ainda, assim, quem discordou da decisão fazia questão de relembrar a festa no dia 25 de março e, claro, a festa do dia 1 de abril.

Começou assim a ser prática recorrente nos anos vindouros, os franceses trocarem entre si cartas absurdas e convites para festas inexistentes no dia 1 de abril. Como, na verdade, não era mais do que um dia como outro qualquer passou a poder meter-se umas galgas no primeiro de abril.

Pode assim aproveitar para pregar uma partida ao seu primo que já não vê desde o verão passado ou ao seu amigo com quem não se encontra deste aquele jantar de fevereiro de 2020.

Porque se há um dia em que somos livres de meter uma galga à nossa escolha é hoje.