Aston Martin Branded Content

Honrar o passado de olhos postos no futuro

Mais de um século de existência. Mais de cem anos de um acumular de experiência que culmina, diariamente, na criação de alguns dos mais reputados, belos e icónicos desportivos do mundo. De um compromisso, sem concessões, com os mais elevados padrões de qualidade que só o processo de manufatura permite oferecer. A história da Aston Martin é feita de rigor, de excelência e de sofisticação, mas, acima de tudo, de paixão. Da mesma fleuma que os seus criadores, Lionel Martin e Robert Bamford, demonstravam quando participavam Aston Hill Climb e que os levou a construir um automóvel ainda mais competitivo. Foi desta paixão pela superação que nasceu, em 1915, o primeiro Aston Martin, dando origem uma linhagem de modelos cujo DNA perdura até aos nossos dias e que se materializa numa gama diversificada e que preenche os requisitos dos clientes mais exigentes. Mas seja um hiperdesportivo como o Valkyrie, que transporta para as estradas as emoções de um F1, um superdesportivo sem concessões como o novo Valhalla, o mais deslumbrante Roadster e sofisticado Coupé ou até um SUV de altas prestações, há um denominador comum em qualquer Aston Martin: a beleza das formas alia-se à exigência da função para criar verdadeiras obras de arte sobre rodas tão sedutoras ao olhar como apaixonantes de conduzir.

Aston Martin História

Vantage

Fiel ao legado desportivo

Um nome que ecoa entre os amantes de verdadeiros desportivos e que nos remete para uma linhagem de autênticos puros-sangues com sete décadas de existência. Sinónimo de beleza, altas prestações e prazer de condução, a gama Vantage, seja o deslumbrante Coupé, o mítico Roadster ou o ainda mais especial F1 Edition, concentra todos os atributos que tornam os Aston Martin tão desejáveis e desejados.
Um idílico casamento entre forma e função, o Vantage Coupé resulta de um extenso trabalho de engenharia para levar até si um desportivo de exceção, sem compromissos na eficácia e nas prestações, mas com o glamour e a pureza de linhas que fazem de qualquer Aston Martin um clássico instantâneo e uma verdadeira ode aos sentidos.

Vantage Coupé

Sob as formas inegavelmente apaixonantes da carroçaria esconde-se uma estrutura em alumínio ultra-leve e rígida sob a qual “repousa” um magnífico 4.0 V8 biturbo com 510 cv de potência e 685 Nm de binário. A colocação, centrada e baixa, permite baixar o centro de gravidade e permitir uma distribuição ideal de peso de 50:50, caraterísticas distintivas de todos os grandes desportivos de altíssimas prestações. Se bem que “repouso” não seja um atributo que o portentoso V8 queira assumir... Sublimemente servido por uma sofisticada caixa automática de 8 velocidades, o coração do Vantage é capaz de catapultar o desportivo britânico de 0 a 100 km/h em apenas 3,5 segundos e até uma velocidade máxima de 314 km/h.
Mas os talentosos engenheiros da casa de Gaydon não se concentraram apenas na obtenção de prestações arrepiantes. O V8 é a joia da coroa, mas nenhum desportivo fica completo sem um comportamento à altura dos seus pergaminhos e o Vantage não é exceção. A direção precisa e direta (2,4 voltas de topo a topo) é secundada por um sistema de travagem sobredimensionado e, inaugurando uma nova era na marca, este foi o primeiro Aston Martin a receber um novo diferencial traseiro eletrónico (E-Diff) que é capaz de passar de totalmente livre a bloqueado a 100% em milissegundos.

VANTAGE ROADSTER

A diferença está nos detalhes

Não renegando a inegável vocação desportiva, o interior de qualquer Vantage é digno da imagem de luxo e sofisticação associada à Aston Martin. Recorrendo, intensivamente, a processos de manufatura, a qualidade de construção e a atenção aos detalhes só encontra paralelo na qualidade dos materiais utilizados, sejam as peles criteriosamente escolhidas ou as inúmeras aplicações e acabamentos que a personalização oferece.

Aston Martin F1 Edition

VANTAGE F1® EDITION

Como sempre, fiel aos princípios do passado, mas de olhos postos no futuro, a gama Vantage também oferece uma extensa lista de evoluídos auxiliares de condução, bem como elementos destinados a reforçar o conforto dos ocupantes e a par com o “estado da arte” da conetividade e entretenimento a bordo entre os fabricantes automóveis.

Vantage Roadster

Sensações ampliadas

Aston Martin Roadster Yellow

Partilhando todos os atributos reconhecidos ao congénere Coupé, a começar pelo portentoso 4.0 V8 Biturbo de 510 cv, o Vantage Roadster eleva a fasquia da ligação emocional entre o homem, a máquina e o meio ambiente que os rodeia. Mais uma vez, as linhas sedutoras são o principal cartão de visita deste Roadster de exceção, mantendo a pureza do traço quando fechado e acrescentando toda uma nova dimensão de beleza quando aberto.
Mas criar um Roadster de elevadas prestações digno da herança desportiva da Aston Martin é um trabalho que exige muito dos engenheiros sedeados em Gaydon. O desafio passa por manter a rigidez estrutural e a eficácia de um Coupé, sem penalizar demasiado o peso ou comprometer a capacidade de sedução. A aplicação estratégica de reforços estruturais e um mecanismo de capota inovador permitem que o ganho de peso face ao Coupé se cinja a uns anunciados 60 kg. Assim, o Roadster mantém praticamente intactas as prestações do congénere fechado (3,8 segundos nos 0 a 100 Km/h e 306 km/h de velocidade máxima) e níveis de eficácia dinâmica também eles muito similares

Aston Martin Roadster Yellow

Depois há a possibilidade, de em menos de sete segundos, rolar ao sabor dos elementos ou melhor, ao compasso do melodioso V8 que, graças à presença de válvulas e ao trabalho acústico no sistema de escape, pode oscilar entre um suave murmúrio e um troar quase selvagem. Emoção ampliada pela possibilidade de andar a céu aberto e sem “filtros”.
Se a disposição mudar ou o tempo não colaborar, pode sempre, com um simples toque no botão e até aos 50 km/h, voltar à configuração fechada, com todo o isolamento térmico a acústico que se pode exigir de um desportivo que ostenta o símbolo Aston Martin.

Vantage F1® Edition

Das pistas para as estradas

Aston Martin Vantage F1 Edition

A Aston Martin está a celebrar o regresso ao universo exclusivo da Fórmula 1, mas a “prenda” vai para os clientes da marca. Baseado diretamente no Safety Car Oficial da Fórmula 1, o Vantage F1® Edition beneficia de um conjunto alargado de alterações ao nível do motor, chassis e aerodinâmica com o intuito de melhorar os tempos por volta, tal como o faz o congénere que acompanha o Circuito Mundial da F1.
Este que é, sem dúvida, a expressão máxima do dinamismo e performances da gama Vantage, sublima todos os atributos do Coupé e do Roadster do qual deriva, a começar logo pelo aumento de potência do V8 Biturbo que, assim, ganha 25 cv para um total de 535 cv.

Os elementos distintivos, muitos deles alusivos à ligação da Aston Martin à F1, não são apenas decorativos. Todo o pacote aerodinâmico, a começar pela proeminente asa traseira, acrescenta 200 kg de força descendente quando rola à velocidade máxima, colando, literalmente, o Vantage F1® Edition à estrada. A própria suspensão foi afinada para complementar as restantes alterações, com, entre outros, a adoção de novos amortecedores que melhoram o controlo de movimentos de carroçaria em pista, sem prejudicar o conforto em estrada aberta. Até o conjunto jantes/pneus foi desenvolvido especificamente para este Vantage (ainda mais) especial, sendo a primeira vez que o modelo recebe jantes de 21” de série.
Em suma, o Vantage F1® Edition é o derradeiro passo na afirmação da gama Vantage como desportivos de referência. O pináculo da evolução de um modelo que, mais do que uma referência no segmento, é uma “espécie” à parte no seio do mesmo.

Aston Martin Vantage F1 Edition

DB11

Um caso sério de dupla personalidade

Mais um nome icónico na marca e uma referência entre os desportivos de exceção, o DB11 é um GT de altas prestações tão rápido e sofisticado a atravessar continentes, como a “demolir” adversários numa serpenteante estrada de montanha. Herdeiros de uma linhagem que transporta a sigla DB em homenagem a David Brown, o empresário inglês que adquiriu a marca em 1947 e a elevou a Aston Martin ao patamar de culto que hoje ostenta, os novos DB11 são o melhor exemplo de que um desportivo de exceção não precisa de ser puro-e-duro para se afirmar em estrada ou em pista.

Aston Martin DB11
Aston Martin DB11

Sofisticado como nenhum outro desportivo, seja na versão com um enérgico V8 Biturbo de 535 cv ou com o icónico e portentoso 5.2 V12 Biturbo de 630 cv, o DB11 encarna na perfeição o espírito da marca Aston Martin: sedutor parado, apaixonante ao volante.
Inaugurando uma nova era de design para a marca, o DB11 resulta numa verdadeira escultura sobre rodas que deslumbra a cada detalhe. Mais uma vez, a forma e a função surgem de mãos dadas e se a silhueta final é arrebatadora, seja na versão Coupé ou no Volante, a eficácia aerodinâmica e uma preocupação levada ao extremo com os fluxos de ar e a sua influência nas prestações e na dinâmica, espelham bem esta confluência de interesses.

Aston Martin DB11

Podem parecer meros detalhes, mas em desportivos que ultrapassam, confortavelmente, os 300 km/h, acredite que esta atenção por parte dos engenheiros da marca britânica é crucial para a serenidade e facilidade de utilização que é comum a qualquer Aston Martin.
O mesmo se aplica nas ligações ao solo e na eficácia dinâmica, independentemente do motor escolhido para equipar o seu DB11. Com a possibilidade de, com um toque num comando, modificar a resposta do motor, caixa, suspensão e direção, o DB11 pode passar instantaneamente de um confortável GT para um desportivo ou, se for esse o seu desejo, até uma afinação digna de um superdesportivo. Esta versatilidade de utilização, aliada a uma configuração interior 2+2, sempre foi um dos segredos do sucesso do “clássico” DB11, tanto no formato Coupé como aberto (Volante).

DB11 Volante

Beleza intemporal

Aston Martin DB11 Volante

As linhas fazem a ponte com a variante Coupé, mas a possibilidade de usufruir do V8 a céu aberto numa configuração 2+2 tornam o DB11 Volante ainda mais apaixonante. Mais uma vez, o desafio imposto aos engenheiros da Aston Martin foi imenso. Manter a fleuma desportiva indissociável de qualquer modelo da marca e a sofisticação que se “exige” de um DB11, sem beliscar as linhas mestras de um dos modelos mais deslumbrantes alguma vez produzidos em Gaydon, e sem aumentar drasticamente o peso, foi uma tarefa hercúlea. O resultado está à vista e, mais importante, pode ser sentido ao volante deste GT descapotável.

Aston Martin DB11 Volante
Aston Martin DB11 Volante

Graças à leve e inovadora, mas extremamente robusta, estrutura em alumínio, os engenheiros já tinham em mãos uma excelente base de trabalho, o que lhes permitiu aprimorar a receita e alcançar o que parecia inalcançável. Impulsionado por um possante V8 Biturbo, o DB11 Volante oferece uma combinação de atributos só possível num Aston Martin: performances sem “esforço” aparente, uma beleza no traço que chega a ser desconcertante e uma multitude de “personalidades” que permitem ao seu proprietário, na prática, combinar diferentes automóveis num só.
O facto de, em poucos segundos, poder recolher a capota e ter o céu como horizonte, só acrescenta mais uma boa dose de emoção a um automóvel que já é uma verdadeira ode aos sentidos.

DBS

Nome sonante na história da Aston Martin, DBS é sinónimo de um automóvel superlativo. Esbatendo as fronteiras entre os superdesportivos e os GT, os novos DBS Coupé e Volante criam uma nova categoria de automóvel: o Super GT. As linhas esculpidas pelo “vento”, a bem da eficiência aerodinâmica, e pelo inegável génio dos designers da casa britânica, tornam o DBS a combinação perfeita entre elegância e “músculo”, uma simbiose que, mais uma vez, traduz o conceito subjacente a este automóvel excecional a todos os níveis. Apesar das melhorias nos sistemas de travagem (com discos carbo-cerâmicos de série) e suspensão, o DBS é invulgarmente leve para um automóvel que, além do mais, não abdica do mais absoluto requinte interior e da configuração 2+2 (mesmo no Volante), mais um elemento distintivo que separa dos superdesportivos normais.

Aston Martin DB11 Volante
Aston Martin DBS Superleggera Volante
Aston Martin DBS Superleggera Volante

O segredo está na leve e extraordinariamente rígida estrutura em alumínio coberta com painéis compósitos em carbono. E é sob esta deslumbrante carroçaria que se “esconde” a outra joia da coroa, um glorioso motor 5.2 V12 Biturbo capaz de debitar uns estonteantes 725 cv e uns esmagadores 900 Nm de binário constantes, pasme-se, entre as 1800 rpm e as 5000 rpm. Com estes níveis de potência e binário, as prestações só podiam ser avassaladoras. A Aston Martin anuncia uma velocidade máxima de 340 km/h e um tempo de 0 a 100 km/h de apenas 3,6 segundos. Cartões de visita que só são igualados pela facilidade com que este Super GT os atinge e pelo acompanhamento acústico que o V12 proporciona, uma banda sonora que alterna entre a mais elaborada sinfonia e o agressivo heavy-metal.
Esta caraterística é sublimada na variante Volante, o derradeiro sonho de qualquer adepto de automóveis de exceção que valoriza o estímulo sensorial associado a um descapotável com estas caraterísticas.

Aston Martin DBS Superleggera
Aston Martin DBS Superleggera
Aston Martin DBS Superleggera

DBX

Corpo de aventureiro, alma de desportista

Aston Martin DBX

Uma nova era para a Aston Martin, foi assim que os responsáveis da marca definiram o lançamento do primeiro SUV nos quase 110 anos de história da marca. Pode ser um passo ousado para uma marca que alicerçou a sua reputação na criação de alguns dos mais icónicos e sublimes desportivos que a indústria automóvel viu nascer, mas sendo o DBX um Aston Martin de alma e coração, o resultado só podia ser este: um SUV na versatilidade de utilização, no conforto e no refinamento, mas um verdadeiro desportivo nas prestações e no prazer de condução.
Foram anos a apurar a fórmula, numa perfeita parceria entre designers e engenheiros para alcançar o resultado final espelhado nas belíssimas formas que o DBX apresenta. Apesar das generosas dimensões, ideais para oferecer o espaço e o conforto que a marca colocou como prioridades no caderno de encargos, o DBX mantém o dinamismo e a agilidade que se espera de um Aston Martin, a diferença é que estes agora se traduzem num comportamento de exceção dentro ou fora das estradas.

Aston Martin DBX
Aston Martin DBX
Aston Martin DBX

A suspensão pneumática auto adaptativa “lê” a informação fornecida por inúmeros sensores e reage instantaneamente, além disso permite variar a altura ao solo para se adaptar a diferentes tipos de utilização. E com um poderoso motor V8 Biturbo de 550 cv de potência e 700 Nm de binário às ordens do pé direito, não haverá obstáculos “intransponíveis” para o DBX, seja a explorar a sua veia mais aventureira numa qualquer estrada de acesso à herdade, seja a “envergonhar” alguns (bons) desportivos num sinuoso percurso de montanha.
Afinal, não há muitos SUV capazes de transportar cinco ocupantes tão serenamente a velocidades próximas dos 300 km/h. E isto em pleno conforto e rodeados de uma atmosfera onde impera a sofisticação e a qualidade nos detalhes que apenas um processo de manufatura permite. E porque escutar as vozes dos clientes e o permanente desejo de superação são características inatas na Aston Martin, para o ano/modelo 2022 a casa britânica preparou um importante reforço do conteúdo tecnológico e novas combinações de cores e texturas no interior, enquanto a estética marcante do DBX sai ainda mais valorizada pelas novas jantes de 23”. É caso para dizer: 100% SUV, 100% Aston Martin.

Aston Martin DBX
Aston Martin DBX

Modelos especiais

Os fora de série...

Aston Martin V12 Speedster

V12 Speedster

A história da Aston Martin sempre foi pontuada por modelos especiais, mas nunca no passado da marca os clientes tiveram o privilégio de assistir a tão alargada oferta de automóveis verdadeiramente únicos na sua essência e extraordinários nas sensações que transmitem.
A começar desde logo pelo V12 Speedster, uma interpretação sem concessões de um automóvel em que o purismo da condução a céu aberto é levado ao extremo. São apenas 88 exemplares concebidos pela “Q” a divisão de projetos especiais da Aston Martin. Esbatendo os limites entre um protótipo e um automóvel de produção, o V12 Speedster é a prova “viva” do engenho e capacidade dos apaixonados engenheiros e designers da marca. Um estrito dois lugares, sem tejadilho ou para-brisas, o Speedster é um puro desportivo e um desportivo... puro! Sob o imenso e estilizado capot esconde-se um V12 Biturbo com 700 cv de potência e 753 Nm de binário, capaz de catapultar o Speedster de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos e atingir uma velocidade máxima, eletronicamente limitada, de 300 km/h. A exposição aos elementos, o imenso poderio do melodioso 5.2 V12 e a estrutura leve, mas extremamente robusta, contribuem para uma experiência de condução única e verdadeiramente excitante.

Aston Martin V12 Speedster
Aston Martin V12 Speedster

Valhalla

Digno dos Deuses

Paraíso da mitologia nórdica onde entram apenas os guerreiros mais valorosos para privar com o Odin, Valhalla parece um nome de batismo criado à medida de um automóvel que entra diretamente para o reino dos “deuses” entre os superdesportivos de elevadíssimas prestações. As linhas arrebatadoras complementam na perfeição a tecnologia herdada diretamente da F1, com uma estrutura em fibra de carbono e vários elementos aerodinâmicos ativos que potenciam o efeito de solo. Atributo especialmente relevante num automóvel com 950 cv de potência combinada e 1000 Nm de binário máximo, que é capaz de atingir os 330 km/h de velocidade máxima e cumprir os clássicos 0 a 100 km/h em apenas 2,5 segundos. O segredo? Uma autêntica “peça” de alta joalharia na vanguarda tecnológica que combina um motor V8 biturbo de 4.0 litros que produz 750 cv às 7200 rpm, associado a dois motores elétricos (um por eixo) que adicionam 150 kW (204 cv) ao conjunto. Se um Aston Martin é, por definição, um desportivo de exceção, o novo Valhalla sublima os atributos tradicionalmente associados à marca para se tornar o primeiro entre iguais (primus inter pares).

Aston Martin Valhalla
Aston Martin Valhalla
Aston Martin Valhalla

Valkyrie

Licença para... circular

Pináculo da tecnologia automóvel e expoente máximo da casa Aston Martin, cada um dos 150 Valkyrie previstos é, praticamente, um F1 com licença para circular em estrada. Aliás, com 1160 cv de potência combinada, extraídos de um motor V12 atmosférico apoiado por sistema híbrido concebido de raiz pelos especialistas da Cosworth, o Valkyrie é mais potente do que qualquer Fórmula 1 da atualidade. Capaz de atingir umas estratosféricas 11 100 rpm, este V12 é uma peça chave num automóvel concebido tendo em vista as prestações puras e um comportamento digno de um monolugar. Cada componente foi estudado especificamente para este fim com apoio direto dos engenheiros da F1. Não há elementos supérfluos e ainda que o desenho seja, inegavelmente, um atributo decisivo, no Valkyrie a função sobrepõe-se à forma. Só assim é possível garantir as prestações anunciadas: menos de 3 segundos de 0 a 100 km/h e uma velocidade máxima superior a 320 km/h. Mais arrepiante só mesmo o “grito” do V12 quando escala o taquímetro a um ritmo frenético, aproximando-se de um regime máximo mais habitual no universo da categoria rainha do desporto automóvel. Esta é a matéria de que são feitos os sonhos dos verdadeiros apaixonados por máquinas extraordinárias e, acredite, não há muitas que se equiparem ao novo e ultra-exclusivo Aston Martin Valkyrie...

Aston Martin Valkyrie
Aston Martin Valkyrie
Aston Martin