AEROPORTO DE LISBOA ESGOTADO? SIM. E PODE VIR A RECUSAR VOOS 

UM DOS EDIFÍCIOS MAIS EMBLEMÁTICOS DE BARCELONA ABRE PELA PRIMEIRA VEZ AO PÚBLICO COM UM MIRADOURO  
22 de Junho, 2022
ESTE MEDICAMENTO PODE INIBIR OS SINTOMAS DE PARKINSON E É SEGURO PARA HUMANOS 
22 de Junho, 2022

AEROPORTO DE LISBOA ESGOTADO? SIM. E PODE VIR A RECUSAR VOOS 

O plano de contingência para reduzir as filas arranca em julho.  

Depois de dois anos pandémicos, as viagens aéreas aumentam. Isto poderia ser uma boa notícia para os amantes de viagens, se o Aeroporto Humberto Delgado não estivesse completamente congestionado.  

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, afirmou que “o aeroporto de Lisboa está esgotado” e que “é bem provável que tenha de recusar voos no próximo ano”, caso se confirme a retoma turística prevista para 2023. 

“Este ano, recusar voos ainda não. No próximo ano muito provavelmente atingiremos, esperamos nós, o melhor ano de sempre, como aconteceu antes da pandemia, e aí começaremos novamente a ter problemas de recusa de voos”, esclarece o ministro, citado pelo jornal Sol

Pedro Nuno Santos admite que existe um “problema estrutural” que precisa de ser resolvido o mais rapidamente possível. Uma das soluções para “podermos receber mais pessoas” passa, segundo o ministro, pela criação de um novo aeroporto que permita alargar a capacidade aeroportuária nacional. Para isso é necessário que o País seja capaz de “conseguir um consenso alargado para a sua concretização”. 

O Ministério da Administração Interna já apresentou um plano de contingência que “vai entrar em execução na sua plenitude a partir do mês de julho”. Poderá ser a única esperança para resolver as longas horas de espera no aeroporto de Lisboa. 

Artigo por Maria Ana Tojo

Lexus NX450h Leaderboard
Lexus NX450h Leaderboard
LexusNX450h_NewMenPT_Leaderboard02
LexusNX450h_NewMenPT_Leaderboard02