3 FILMES QUE EXPLICAM AS EMOÇÕES DAS CRIANÇAS NO CONFINAMENTO

SURF WEB VAI CONTAR COM PORTUGUÊS
4 de Fevereiro, 2021
PORTUGAL COM MAIS 7.914 CASOS E 225 MORTES NAS ÚLTIMAS 24 HORAS
4 de Fevereiro, 2021

3 FILMES QUE EXPLICAM AS EMOÇÕES DAS CRIANÇAS NO CONFINAMENTO

Há filmes que ajudam as crianças a entender o porquê de estarem confinadas.

O confinamento não é fácil para ninguém, mas as crianças carecem da necessidade de perceber o “porquê?”. Numa altura em que os próprios adultos não tem todas as respostas é preciso compreender as emoções e sentimentos dos mais novos. Há filmes que o poderão ajudar nesta tarefa!

“Coronavírus, o Viajante Indesejável”

“O Viajante Indesejável” é uma curta que em dois minutos explica o contexto pandémico às crianças. O filme é da realizadora Tatiana Saaverda que se aliou a Maria Adriana Ventura. Este é um dos projetos da , a colectiva audiovisual de ambas. É aqui que poderá encontrar várias propostas de animação sobre educação e intervenção comunitária. A curta metragem, feita em Março, está disponível em inglês, espanhol e italiano.

O conteúdo foi pensado e desenhado ao pormenor para que não se assustasse as crianças, mas ao mesmo tempo não faltasse informação. Desde o planeamento das cores às personagens, tudo foi feito com o maior cuidado para que os seus filhos se sentissem confortáveis com a questão do coronavírus.

“Olá, como te sentes?”

Se ficou curioso e procurava mais conteúdo, não se preocupe. Mais tarde nasceu – também pelas mãos de Tatiana Saaverda e Maria Adriana Ventura – uma série que visa explorar os sentimentos de uma criança que de repente se vê confinada. Os episódios cativam rapidamente os mais novos. Ao longo da produção percebemos que a mensagem principal é simples. “Entender como nos sentimos é indispensável para nos tornarmos pessoas mais completas e felizes” recorda, Tatiana. 

Poderá ver todos os episódios aqui. Esta é uma oportunidade também para os pais. Por vezes é difícil perceber as reações e pensamentos das crianças, mas a verdade é que tudo tem uma explicação. O essencial é perceber como se sentem.

“Anda por aí um bichinho…”

A produção foi feita em parceria com a Câmara Municipal de Matosinhos e a produtora Esfera Cúbica. O filme surgiu para complementar a necessidade de informar os mais novos numa época em que o foco são apenas os adultos. O ator, Ivo Romeu Bastos, é o narrador da história e acrescenta sempre um toque otimista na sua voz.

Esta é mais uma forma interativa de responder às necessidades dos mais novos. É preciso fazê-los entender o novo dever de ficar em casa, a necessidade de proteção e os principais cuidados a ter.

Este artigo foi escrito por Marta Pereira Laranjeira

Spiderman Leaderboard
Slider